Nossa

Missão

Manter vivas as tradições culturais Africanas, facultando a sociedade um maior conhecimento de sua contribuição para a formação do Brasil.

Incrementar o nível de intercâmbio entre Brasil e África, tornando-o mais compatível com a intensidade dos laços existente entre ambos.

Contribuir para a superação das dificuldades de integração social e econômica da raça negra.

Idealizar e implementar projetos, nomeadamente na área de educação, com ênfase nos aspectos artísticos e culturais.

Criar oportunidades de treinamento, formação e desempenho para os artistas amadores.

Difundir a religiosidade dos povos africanos, contribuindo para a dignificação de seus cultos, levando-os também a recuperar suas raízes e padrões em termo de sensibilidade e pureza.

O Centro Cultural Africano através de seus projetos e eventos procura mostrar a sociedade brasileira, necessidade de uma consciência mais profunda e ampla da raça negra no processo de formação histórica no Brasil, visando uma fusão cultural.

Sua História

Naturalizado brasileiro nasceu em Abeokuta, na Nigéria. É formado em bioquímica na universidade de lagos e é considerado Otunba (rei) em seu país, devido à herança de família nobre e tradicional, com reis e autoridades no atual governo da Nigéria. Em nosso país, onde vive há cerca de duas décadas, desenvolve atividades empresariais e, além disso, é sacerdote religioso.

Imagem 46.jpg
Revista AfroMagazine.jpg

Centro Cultural Africano

Manter vivas as tradições culturais Africanas, facultando a sociedade um maior conhecimento de sua contribuição para a formação do Brasil.

Incrementar o nível de intercâmbio entre Brasil e África, tornando-o mais compatível com a intensidade dos laços existente entre ambos.

Contribuir para a superação das dificuldades de integração social e econômica da raça negra.

Idealizar e implementar projetos, nomeadamente na área de educação, com ênfase nos aspectos artísticos e culturais.